ABORDAGENS PSICOLÓGICAS: FUNDAMENTOS E INDICAÇÕES

ABORDAGENS PSICOLÓGICAS: FUNDAMENTOS E INDICAÇÕES

Terapia Cognitiva Comportamental
É uma abordagem diretiva, breve e focada na resolução do problema atual do paciente que envolve um conjunto de técnicas e estratégias terapêuticas com a finalidade de mudança de padrões de pensamentos, sentimentos e crenças (cognições)  negativos ou destrutivos que estão atrapalhando a vida do indivíduo e do casal, mudando seu padrão de comportamento.

Abordagem Sistêmica
Focada nas relações, menos intrapsíquica, considera o mundo interno também como parte de um mundo de relações, onde o pensamento é sempre relacional. O atendimento individual, casal ou com uma família sempre vai abordar como eles se relacionam, como as ideias deles se relacionam. Portanto,  o indivíduo  é compreendido integrado nas relações com seus diversos sistemas (familiar, escola, trabalho, comunidade, etc…) os quais são interdependentes um do outro. Considera crucial a consciência de si mesmo e de como sua história pessoal e familiar interfere em seu modo de entender a realidade e relacionar-se com ela. Devido a repetição dos modelos  dos pais na educação dos seus filhos, assim como casais reproduzem modelos relacionais de suas famílias.  Envolve estratégias e técnicas, desenvolvendo a consciência das escolhas e responsabilidade numa intervenção intensa e por tempo limitado e busca modificar o padrão de relacionamento intra ou extra familiar.  Os atendimentos podem ser individuais, em família ou casal.

Co-dependência Afetiva/Emocional
Busca auxiliar o indivíduo a não ser Co-dependente em Relacionamentos nos âmbitos: amoroso, sexual, familiar, pessoal, social e profissional, onde aprende a assumir a responsabilidade sobre si mesmo, não busca ninguém com o propósito de preencher as suas necessidades básicas emocionais desde a Infância. Seus Relacionamentos são para desfrutar e compartilhar a jornada desta vida. Sabe ser independente na dose certa tendo a sua individualidade, mas também consegue ser presente e ter uma intimidade verdadeira com as outras pessoas. Assume riscos, enfrenta seus medos com confiança e realiza seus sonhos com determinação e coragem. Jamais entra em um Relacionamento em qualquer âmbito que não seja saudável e nem se permite ser usado. Sabe se impor, dizer “não” ou “sim”, pois em qualquer assunto se expressa honestamente. Não tem vergonha de quem é, acredita que é capaz, sabe começar e terminar um Relacionamento quando é necessário, bem como aceitar quando a outra pessoa termina com ele, sem se sentir rejeitado ou abandonado, pois confia em si mesmo, acredita sempre no melhor, compreende e aceita as pessoas e situações como elas são. Sabe dar e receber sem se sentir sufocado, não tem necessidade de controle e nem de atenção o tempo todo para se sentir amado. Isto acontece quando o indivíduo elabora as 4 feridas básicas emocionais que todos em menor ou maior grau trazem desde a infância: Vergonha/Culpa, Rejeição/Abandono, Sufocamento e Desconfiança.

Num grau muito elevado de Co-dependência são considerados MADAS E HADES (Mulheres e Homens que “Amam” Demais) quando só entram em Relacionamentos problemáticos, com pessoas indisponíveis emocionalmente, frios, egoístas, distantes, carentes, casados, dependentes químicos, viciados sexuais, intimidadores e outros. Com este auxílio psicológico eles conseguem terminar com estes Relacionamentos patológicos, controlar tais tendências e se interessarem por pessoas gentis e saudáveis.

*

line
footer