BEM ME QUER… E BEM HÁ DE ME QUERER SEMPRE

BEM ME QUER… E BEM HÁ DE ME QUERER SEMPRE

Bem-vindos de volta amigos. Há algum tempo que quero escrever sobre este delicado assunto, apesar disso é um tema necessário. Bom, então aqui vai…
Reflita comigo, você marido, não se sente compreendido pela tua esposa em relação às suas “necessidades sexuais”? E por sua vez, você esposa não se sente compreendida em relação às suas “necessidades de comunicação”?

O fato 

 

é que estas necessidades são próprias de cada gênero, masculino ou feminino, e não acontece apenas com o João e a Maria, trata-se de uma série de comportamentos inerentes das pessoas em geral e acarretam uma baita confusão.

Mas e daí, depois que você se identificar, o que fazer?

Para começar a mulher deve (ao menos) respeitar e reconhecer a relevância do ato sexual para o homem. E ele (tem a obrigação de) admitir o vital valor à comunicação para as mulheres. Tem de dar importância a isto, validar estas necessidades, isso já é um bom começo, não acha?

O restante, venha aprender com a terapia de casal.

Acesse o nosso site, para quem mora longe, veja a possibilidade de consulta online.

Este assunto ainda não acabou, temos muito para falar dos papéis de cada um em uma relação harmoniosa. Espero vocês no próximo post. Até lá.

 

*

line
footer