O sexo muda conforme a convivência

O sexo muda conforme a convivência

A verdade é que o sexo  muda conforme a convivência com  intimidade afetiva e verbal se aprofundando.  Mas, a menos que você aprecie e aprenda a se ajustar à mudança, com todo o pacote de problemas que vêm junto, você pode não saber como lidar com isso. O sexo é um aspecto importante da união e, se ele se  apaga, você pode certamente ficar impaciente ou ressentido por não ter o mesmo sexo do começo da relação, onde tudo era paixão e encantamento.

Pode começar então a ter amantes ou ficar resignado, amargo e/ou deprimido. Ou você pode concentrar sua atenção em outras coisas, como computador, televisão, trabalho, esportes ou outros hobbies, e não ter tempo para se conectar com seu parceiro.

Quando você se aproxima de alguém, você se torna mais vulnerável, sensível. Essa vulnerabilidade geralmente também significa um aumento de seus medos e inseguranças. O sexo pode trazer à tona sentimentos de vulnerabilidade, de fragilidade de uma forma que você  nunca sentiu antes em nenhum tipo de experiência.

A maioria de nós pode se lembrar de momentos dolorosos e humilhantes ou até mesmo assustadores relacionados à nossa sexualidade, é totalmente inconsciente. Por tanto você pode não saber que está traumatizado sexualmente,  mas seu corpo está mostrando medo, mesmo sem saber disso. É um medo paralisante, o qual chamamos de “choque”, que pode causar qualquer tipo de disfunção sexual, como: ejaculação precoce, impotência, falta de desejo, anorgasmia, compulsão sexual,  vaginismo e outros.

Se você não explorou, compreendeu ou aceitou seus medos e inseguranças, principalmente em relação à sua sexualidade, você pode não saber o que fazer ou até mesmo o que são esses medos quando eles surgirem. Você pode sentir apenas que há algo está errado com você ou com o relacionamento. Você pode tentar compensar os medos, jogando-se no sexo de uma maneira que não se sente bem,  compulsivamente  ou de forma mecânica  ou mesmo evitando, fugindo dele o quanto puder aguentar.

  1. Gisele Cristina da Silva disse:

    Estou preocupada com o meu relacionamento, pois à alguns meses não consigo mais sentir desejo e eu e meu marido estamos bem um com o outro. Só acho estranho porque antes eu queria sexo até demais da conta e estou me sentindo mau com isso, todas as vezes que faço amor, faço sem ter vontade e isso é horrivel. Sei que nada vai ser mais como no início do relacionamento, mas sinto muito a falta do namoro aquela coisa gostosa de explorar mais um ao outro, as preliminares entede. Tem horas que me sinto em um filme porno, porque ele olha pra mim nem me beija e diz: Chupa! me sinto mau com isso. Já tentei conversar com ele mas ainda não consegui me expressar pois tenho medo de falar da forma errada e tenho medo de perdê-lo. Tá complicado.

    • Débora disse:

      Olá querida Gisele! É muito comum se sentir assim. Provavelmente você quer se aprofundar mais no relacionamento afetivo e o sexo em no plano superficial não é mais suficiente para te satisfazer. Você deseja outras linguagens de Amor importantes também. Tenha um diálogo sincero com ele falando sobre isto de forma gentil e amorosa sem julgamentos. Estarei à sua disposição se quiser ajuda através do meu site e WhatsApp para contato (19) 99920-9408. Obrigada pela confiança! Espero ter ajudado um pouco. Abraços.

  2. eric disse:

    Oi,me chamo Eric,tenho 44 anos,perdi minha virgindade aos 38 anos,hoje sou noivo a 1 ano e de namoro 3 anos..Ando sem fazer sexo com minha noiva,não a procuro na cama,ficamos sem fazer sexo por mais de 15 dias,meu noivado está acabando e eu não sei o que fazer…Pq sou assim? preciso de medicamento? já tomei viagra e mesmo assim não fazemos amor…Preciso de qualquer resposta….

    Agradeço desde já Obrigado

    • Débora disse:

      Olá Eric. Pelo que entendi você tem pouco desejo sexual. Pra descobrir a causa procure fazer Terapia Sexual, nenhum medicamento vai resolver. Se quiser a minha ajuda entre no meu site ou envie mensagem para agendamento de atendimento presencial ou online no WhatsApp (19) 99920-9408. Obrigada pela confiança!

*

line
footer